terça-feira, 30 de março de 2010

Verão




Voltei, voltei, voltei de lá. Ainda ontem estava em França e agora já estou cá.

Não, não estive em França, isto foi só para citar Dino Meira, até porque também não sai de cá, andei sempre por aqui, mas ausente do blog e dos vossos também, mas cá estou eu para meter tudo em dia, tudito tudito.

Então, aqui estou eu, no meu horário de expediente a vêr o solito brilhante que se começa a fazer vêr e a pensar:



-"Hum, está bonito lá fora, já sabia bem ir à praia passear no final do dia e aproveitar para ganhar uma corzinha. Apetece-me o Verão."

O que é que isto tem de anormal? Nada, para vocês, mas para mim tem e quem me conhece, vai querer chamar o 112 e mandar a ambulância vir buscar-me porque significa que o caso está muito mau. E perguntam vocês porquê. Vá perguntem lá...

-"Porquê?"

Pois, porque a Je aqui é, digamos, "alérgica" ao calôr. Não gosto de sentir calôr (salvo na praia), a roupa suada, escorregar nos sapatos, e ter o cabelo todo alvoraçado. Sim, porque o meu cabelo em vez de espetar e ficar ursudo no Inverno devido à humidade, não, fica no Verão só para me contrariar.

Além disso, fico super inchada, os meus pés duplicam de tamanho, o mesmo se passa com as mãos, anéis no verão nem vê-los, entrar podem entrar agora sair... só se for com o dedo junto.

Mas prontux, começo a sentir falta de mostrar mais um pouco de pele, de meter os pézinhos na areia e trabalhar para o bronze. Apetece-me, mas isto é coisa de um dia só, assim que chegar o Verão vou desejar para que seja Inverno novamente e tanto que eu gosto do meu Inverno. Mas continuando...

Deitar na toalhinha e sentir o solinho a aquecer, ouvir as ondinhas do mar, sentir o cheirinho agradável que se faz sentir no ar dos vários protectores solar, dar um banhito na água e estender-me na areia sentindo o ir e vir das ondas. Huuum, é bom. E o que mais gosto sem dúvida, é estar na toalhinha à vontade e de repente sentir uns pés perto de mim e sombras a taparem-me do sol, só não se deitam em cima de mim porque não se lembraram ainda, senão também servia, com uma praia enorme, muito espaço para irem onde é que eles se vão meter, onde onde? Quase em cima de mim. É a beleza do Verão. Também gosto muito da catrefada de moços e das mães a chamarem por eles "Joaquim Maria achega-te aqui senão levas uma estalada que te arranco as orelhas, ai moço dum cabreste que se não aparas dou-te uma palmada nesse rabo que ficas com os 5 dedos marcados até à idade adulta" ou na versão francesa que também é gira "Christopheeeeeeeeer vien ici!!!!!" (não esquecer a voz esganiçada) Ok, não tem tanta piada, mas dá para o gasto. E prontux é esta a beleza de Agosto, estou ansiosa para que chegue (not).
P.s: Sim, é mesmo a música da Baywatch... e eu não tenho vergonha nenhuma nisso. :P

2 comentários:

anjuh negruh disse...

O Verão de caminho está aí!
Mas mais vale aproveitares essa vontade do Verão num dia apenas, porque o tempo anda marado e nunca se sabe...

Bem vinda à vida activa! =)

Bjus

Vânia disse...

Finalmente de volta:-)

beijinho grande****