sexta-feira, 10 de outubro de 2008

Onde estás tu?



Presa a ti, mas livre
O meu amor liberta me
Dás me tanto sem saberes
Amor e liberdade...

A ânsia de estar contigo sempre me acompanha
levas me até ao meu destino... tu.
A minha última paragem és tu e o começo de uma nova etapa.
A angústia de não te ter aqui e agora, não saber como é o teu toque,
como é olhar nos teus olhos e ver a tua alma...
nao sentir o calor de um beijo teu...
tudo se esfuma num pensamento momentâneo, mas que dura horas, prolonga-se
por dias e atormenta-me sem descanso.
Vagueias na minha mente, por entre os escombros da solidão,
restos de nadas que tu pretendes povoar.
Envolves-me em pensamentos sonhadores de realidades desejadas,
Arrastas me nesta corrente de emoções pelo teu mar dentro,
momentos sentidos, memórias fantasiadas, não existem, mas pretendes criar,
como se de fotografias se tratassem, emolduras e colocas na parede.
Entras em mim sem pedires permissão, tocas no mais íntimo eu,
Pegas em mim, transformas-me e agora vejo que...
... nem mesmo a eternidade é tempo suficiente para estar contigo.

3 comentários:

One disse...

Olá...obrigado pelos comentários que deixaste no meu. Gostei muito do teu blog, espero que não te importes mas adicionei-te na minha página.
O texto está simplesmente lindo e compreendo cada palavra que escreveste.

Mél disse...

Não, claro que não me importo, pelo contrário. Obrigada por teres passado pelo meu cantinho e pelos comentários. :)

Malu disse...

Já ouvi essa música em Greys' Anatomy, mas nunca tinha ouvido até o fim....é maravilhosa...e nossa as cenas de Grey's..tem umas que eu ainda não vi.....e pelo que vi são emocionantes...~vou tentar não perder uma capitulo....

Muito bom o seu blog..

beijos